Cartório do HAC será implantando na próxima quinzena

Quinta Feira, 07 de Setembro de 2017


Texto: A - A A +
Compartilhar:

A única maternidade pública do município, no Hospital Alcides Carneiro (HAC) passará a oferecer, a partir da próxima quinzena, um cartório para registro dos recém-nascidos. O serviço já funcionou no hospital, de 2005 a 2007, mas foi interrompido pela gestão anterior. A prefeitura e o Hospital Alcides Carneiro irão reativar a unidade interligada ao Cartório RCPN e Notas do 2º Distrito de Petrópolis, tornando o HAC pioneiro na assistência às gestantes no município.

Com uma média de 250 partos por mês, a maternidade conta com 48 leitos e é referência em atendimentos às gestantes com gravidez de alto risco. A unidade conta ainda com 10 leitos de UTI neonatal. De janeiro a junho 1.841 gestantes deram à luz na unidade. De acordo com o secretário de Saúde, Silmar Fortes, a instalação do cartório é um desejo antigo das famílias que a prefeitura está viabilizando. 

“Estamos dando um passo muito importante reativando esse serviço que vai ser de grande utilidade para as nossas gestantes e também àquelas que procuram o HAC para terem seus filhos e que são moradoras de outra cidade. Essas famílias também poderão registrar os filhos com a sua cidade de origem dentro do hospital com total comodidade e facilidade de acesso”, explica o secretário de Saúde, Silmar Fortes.

O serviço será implantado no hospital por cumprir os parâmetros da Lei Nº 7088 de 22 de outubro de 2015 que determina a instalação de unidades interligadas de registro civil nos estabelecimentos de saúde públicos e nos conveniados com o SUS que realizem no mínimo 100 partos por mês.

“Temos a expectativa de que nenhuma criança saia da maternidade sem o registro de nascimento. O hospital está fornecendo toda a estrutura adequada e nós já estamos com a funcionária treinada para podermos iniciar logo as atividades”, disse Sérgio Kleber Cordeiro, tabelião da RCPN e Notas do 2º Distrito de Petrópolis.

O Diretor do hospital, Filipe Furtuna anuncia que após a publicação da autorização do cartório junto à corregedoria, o serviço já será inaugurado.

 “Seguimos a legislação vigente para implantação e estamos aguardando a publicação da corregedoria. A sala já está toda equipada e as certidões em fase de produção. Vamos preparar um material de divulgação do serviço para que as mães já possam se informar ainda durante o pré-natal que além do parto, elas poderão realizar a certidão de nascimento no hospital”, disse Filipe Furtuna.

Leia também Secretaria de Saúde inicia vacinação de idosos e gestantes contra Febre Amarela

A Secretaria de Saúde inicia nesta segunda-feira (19) novo protocolo de imunização contra Febre Amarela. Por determinaç&at...

Leia também Aumento no número de casos de conjuntivite leva Saúde a fazer alerta

Após o período de Carnaval, a Secretaria de Saúde registrou aumento nos atendimentos de pacientes com conjuntivite nas UPAs. Apen...

Leia também 23 casos de acidentes com animais peçonhentos já foram registrados neste ano

Com a elevação da temperatura e o aumento das chuvas nos meses de verão cresce o número de atendimentos às v&iacute...

Leia também Aromaterapia: conheça os benefícios que folhas e flores podem garantir ao corpo

Os aromas naturais ou fragrâncias de perfumes têm uma forte influência sobre as pessoas. Os perfumes variados oferecem sensaç...

Leia também Febre Amarela: novo dia D vacinação acontece em março

Com o objetivo de ampliar ainda mais a cobertura vacinal contra febre amarela no estado, a Secretaria de Estado de Saúde vai realizar no s&aacu...

Leia também Estado do Rio já tem 77 casos de febre amarela confirmados, com 34 mortes

De janeiro até agora, 34 pessoas já morreram por causa da febre amarela. Os dados foram divulgados na última segunda-feira pela S...