Criofrequência: aliada na busca pelo aperfeiçoamento da beleza

Domingo, 05 de Março de 2017


Texto: A - A A +
Compartilhar:
imagem noticias
Reprodução internet

A evolução da tecnologia contribui para uma performance cada vez melhor dos tratamentos estéticos não invasivos, que são grandes aliados das pessoas que desejam realçar a beleza e estar com o corpo em forma. Uma das técnicas mais procuras nas clínicas de estética é a criofrequência, que possui diferentes indicações e pode ser usada em diversas partes do corpo, dispensando a utilização de agulhas ou anestesia.  

A criofrequência é indicada para flacidez de pele, celulite e gordura localizada superficial, como explica a fisioterapeuta dermato funcional da Clínica Maurício Baisch, Anna Claudia Pitindá. “A crio possui as mesmas indicações da radiofrequência, no entanto, tem uma profundidade um pouco maior, atingindo mais a camada adiposa. Além disso, em alguns casos, também é possível tratar fibrose e até hiperidrose, quando há um excesso de suor”.  

O tratamento associa a alta energia da radiofrequência com o frio. Por possuir ponteiras criogênicas, ou seja, resfriadas, a aplicação da técnica é mais confortável e menos dolorosa ao paciente. Outra vantagem é que a criofrequência proporciona resultados imediatos e em menos tempo, dependendo da indicação e dos hábitos de vida do paciente, além de estimular a retração e formação do colágeno e da elastina, substâncias importantes para dar sustentação à nossa pele.  

“A criofrequência também ocasiona a lipólise ou a apoptose do tecido adiposo, ou seja, a quebra ou a morte das células de gordura localizada, reduzindo medidas em algumas indicações”, explicou Pitindá.  

A técnica pode ser aplicada no rosto e no corpo, em locais como o pescoço, braço, glúteos e coxas, já o número de sessões varia de acordo com a indicação do tratamento. Os tecidos hidratados favorecem o resultado da criofrequência, por isso, o ideal é beber bastante líquido no dia da aplicação. O paciente logo pode voltar às atividades normais, no entanto, para que o procedimento tenha resultado satisfatório, é importante continuar mantendo hábitos saudáveis, com uma alimentação equilibrada e prática regular de atividade física. 

“Apesar de ser um tratamento não invasivo é importante realizá-lo com um profissional qualificado, para que a técnica seja segura e tenha um resultado realmente eficaz. Além disso, também é importante fazer uma boa avaliação, para saber a indicação correta para cada paciente. Com esses cuidados e seguindo todas as recomendações do profissional, conquistamos resultados satisfatórios”, declarou a fisioterapeuta. 


Cromoterapeuta dá dicas de cores para usar na vira...

Faltam apenas algumas horas para a chegada de 2017 e para quem ainda não escolheu o look para passar a virada, a cromoterapeuta Leila Martins d...

Saúde bucal das mulheres é mais frágil que a dos h...

Numa análise geral, o sexo/gênero de uma pessoa pode ser determinante em várias doenças. Quando o assunto é câ...

Blunt Cut: corte de cabelo minimalista é tendência...

O corte reto está de volta e chega como forte tendência para 2017. O "blunt cut" é uma boa opção para aque...

Consultoras de imagem ensinam forma diferente para...

Duas petropolitanas resolveram apostar em uma área ainda pouco explorada na cidade: consultoria de imagem. A publicitária Taisa Campos,...

Dez dúvidas sobre a endometriose

A endometriose é uma doença que atinge muitas mulheres hoje em dia (acredita-se que de 10 a 15% da população têm o d...

Cuidados com a pele no inverno

O inverno ainda não começou oficialmente mas as temperaturas já entraram em declínio em grande parte do país. Clima...