Dó Ré Mi é atração do Circuito Imperial de Coros

2 meses atrás


Texto: A - A A +
Compartilhar:
imagem noticias
Foto: Divulgação | Tribuna de Petrópolis

O Dó Ré Mi traz uma novidade para o público que já acompanha seu trabalho na cidade. Maestro Leonardo Randolfo prepara um concerto especial para o Circuito Imperial de Coros, com uma formação coral nos moldes tradicionais, revivendo as origens do grupo. A apresentação será no dia 07 de outubro, às 18h, na Igreja Luterana (rua Ipiranga, 346, Centro), com entrada franca.

Surpreender o público tem sido uma marca do Dó Ré Mi nos últimos anos, desde que as performances foram agregadas às suas apresentações. Ao se tornar o grupo que canta, dança e representa passou a ter um estilo único e sua marca já está impressa no primeiro CD recém lançado pela Biscoito Fino. E o grupo agora quer surpreender mais uma vez, voltando a cantar como coro tradicional neste concerto especial.

Empolgados, os cantores ensaiam um repertório especificamente para este concerto:”É muito legal aprender estilos e músicas diferentes, agora cantamos com várias vozes. As melodias são um pouco mais difíceis”-conta Lucas Mello, 10 anos, há 3 anos no Dó Ré Mi; ele gosta de baixar as músicas na internet e ensaiar em casa. Maria Evelyn, 13 anos, diz: “é muito bom estarmos fazendo coisas novas pra mostrar nosso potencial, acompanhados só com piano. É um desafio, temos que focar nos detalhes de músicas com maior nível de dificuldade”.

Um concerto com músicas de Villa-Lobos, César Franck e outros, com repertório gospel também, terá acompanhamento ao piano e o Dó Ré Mi cantando a 3 e 4 vozes, promete um espetáculo cheio de emoção: “Queremos mostrar o amadurecimento do trabalho que é realizado com eles, acostumados às performances com outro tipo de repertório, mas que são capazes de fazer um concerto tradicional” –explica o maestro Leonardo Randolfo.  Segundo ele, alguns sucessos do show Play, que o Dó Ré Mi estreou em janeiro, estarão na apresentação, permitindo o contraste.        

O Circuito Imperial de Coros é uma programação do Instituto Municipal de Cultura e Esportes, do qual vêem participando vários corais de ponta da cidade desde agosto. É realizado em três sábados do mês, no Palácio de Cristal, no Parque Municipal e no CEU da Posse. Este, excepcionalmente, será na Igreja Luterana.

Formado por 51 cantores, o Dó Ré Mi já se apresentou com Milton Nascimento, Daniel, Bibi Ferreira, Leila Pinheiro, Danilo Caymmi, Mafalda Minnozzi, Padre Fábio de Melo, Simoninha e outros. Atualmente o show “Play”, que vem arrebatando platéias, é alusivo ao disco, com coreografias, cenário, figurino e interpretações que consolidam a pegada performática do grupo. São sucessos que vão do pop/rock internacional à música nordestina, medley teen com o hit “Me Namora” –música de trabalho, medley da vitória e os sucessos que exaltam a natureza, deixando a mensagem de fé, esperança e paz.

Histórico

O Coral Dó Ré Mi foi fundado por Randolfo com a então diretora da Escola S. Judas Tadeu, Mônica Chung, em 2002, com alunos da escola. Destacou-se em programações oficiais do município e eventos diversos, até que o maestro se ausentou em 2007 para se dedicar aos estudos. Em 2012 reeditou o grupo como Coro Modelo do Canta Petrópolis e a partir de 2014 passou a ter uma formação mais completa até que se tornou um coro performático.

A cada ano foram estimuladas nos cantores várias competências além do canto, com aulas de teatro, dança e expressão corporal. Atualmente o Dó Ré Mi é formado por crianças e jovens de 8 aos 16 anos de idade de várias escolas de Petrópolis. Chegou ao mercado profissional com seu CD gravado pela Biscoito Fino, fazendo com que o  público de todas as idades se identifique e se divirta.