Fogos de artifício: hora de festa para uns e de terror para outros

Por: Site sossolteiros

5 meses atrás


Texto: A - A A +
Compartilhar:
imagem noticias
Reprodução Internet | Tribuna de Petrópolis

Quem tem animal de estimação sabe como é estressante para eles lidar com os barulhos feitos por explosivos, como os fogos de artifício, situações que os expõem a altos níveis de ruídos – dá um aperto no coração vê-los em pânico.

Para amenizar o sofrimento do seu filho peludo, encontramos uma técnica – muito simples – chamada Tellington Touch.

Esse método se baseia na informação de que animais que possuem esse tipo de pavor também têm grande sensibilidade nas regiões traseiras, patas e orelhas.

Sendo assim, consiste em atar seu cão com um pano para que a circulação sanguínea das regiões extremas do corpo seja estimulada, amenizando as tensões localizadas no dorso do animal e 

Amarre seu cachorro de forma que a faixa englobe peito e dorso (formando um oito), finalize dando um nó na região traseira, mas certifique-se que não esteja exatamente sobre a coluna.

Por que funciona?

O ato de “amarrar” seu cachorro reverbera no sistema nervoso dele, que recebe a informação sensitiva, envia ao cérebro e o deixa mais calmo, visto que essa pequena pressão ativa seu sistema nervoso autônomo.

Conforme o corpo sente a pressão das faixas, sua psique e tronco entram em harmonia, fazendo com que o pet sinta-se mais seguro e possa enfrentar momentos que lhe causavam medo e pavor.

De acordo com Helena Truksa, bióloga com foco em psicologia e especializada em comportamento animal na Ethos Animal, a técnica funciona, mas não pode ser considerada como a salvação. Pois há a questão do nível da fobia que o cão possui e isso varia de acordo com cada pet.

Contudo, ela complementa dizendo que “os cães sentem-se mais seguros em locais pequenos e apertados, e as faixas e camisetas desenvolvidas com essa finalidade, simulam esta sensação.”

Quem criou?

Segundo uma publicação no site The Ann Arbor News, a técnica ‘Tellington Touch’ foi desenvolvida por Linda Tellington-Jones, que inicialmente aplicava esse método em cavalos. No entanto, hoje o procedimento é utilizado no mundo todo para amenizar também as fobias e traumas em outros animais, como os cães.

Pela internet é possível encontrar produtos específicos, como tecidos e camisetas caninas anti-estresse. Mas “isso não quer dizer que o cachorro vai ficar tranquilo […] apenas vai ter menos medo da situação”, ressalta Truska.

Vacinação antirrábica acontece neste sábado

A Secretaria de Saúde, por intermédio da Coordenação de Vigilância Ambiental, promoverá no próximo sábado (15), a 3ª etapa de imuniza&ccedil...

Longevidade de cães requer cuidados especiais

De acordo com alguns estudos científicos, a longevidade dos cães está aumentando. Antigamente, a expectativa de vida para cachorros de raça era de, aproximadamente, 7 a 9 a...

Balada Animal: evento beneficente em ritmo de Zum...

A galera do Irmão Animal está promovendo uma super aula de Zumba beneficente para ajudar os animais que são atendidos pela organização. O evento está marcado...

CONFIRA O CANTINHO DAS ADOÇÕES DESTA SEMANA

CONFIRA O CANTINHO DAS ADOÇÕES DESTA SEMANA

Cinomose atinge milhares de cães em todo o país

Os donos de animais de estimação sabem que a responsabilidade com seu pet é grande. A preocupação não se restringe apenas com os cuidados veterinários,...

Feira de adoção de animais acontece neste sábado (...

A Veterinária e Pet Shop Amigo Bicho e o grupo Proteção Cão Amor realizam neste sábado (29), de 10h às 17h, uma feira de adoção com cães...