Outono: abril terá tardes mais quentes e noites mais frias do que no ano passado

Domingo, 10 de Abril de 2016


Texto: A - A A +
Compartilhar:
imagem noticias
Foto divulgação

O mês de abril começou com muito calor e temperaturas beirando os 35ºC em Petrópolis. A estação, no ano passado, segundo o Centro de Previsões do Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (CPTEC-INPE) foi a mais quente dos últimos anos, devido ao fenômeno de aquecimento das águas do oceano, denominado El Niño. 

De acordo com os especialistas, a tendência é que esse calor se repita neste outono, com temperaturas acima da média, e maior ocorrência de chuva, porque o El Niño do último verão foi o mais intenso da história.

A amplitude térmica, que é a variação de temperatura, no mês de abril, costuma ser de 10ºC. Desta forma, as temperaturas médias registradas variam entre 14ºC e 24ºC. No entanto, neste ano tem se observado uma amplitude maior, entre 15ºC e 30ºC, podendo chegar até aos 35ºC. 

Diante dessa situação, a Tribuna conversou com meteorologistas para saber sobre como serão os próximos meses de outono. A especialista Josélia Penrogin, do Climatempo, disse que o El Niño ainda está ativo no Sudeste, e deve provocar calor por pelo menos três semanas, mas isso não significa que o outono vá ser todo quente. A meteorologista Camila Machado, do Tempo Agora, disse que o frio virá no período do enfraquecimento do El Niño, e poderá ser mais intenso. "A temperatura vai começar a baixar quando o fenômeno se enfraquecer. A partir daí o frio virá com tudo", disse.

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, a principal consequência do enfraquecimento do El Niño está ligada diretamente com a queda da temperatura. Deste modo, o outono de 2016 deve ter temperaturas máximas mais altas e as mínimas mais baixas do que no ano passado, na região sudeste.

Já nas outras regiões do país, pode se esperar ondas mais intensas de frio já a partir das próximas semanas, com riscos de geadas. Essas condições representam um aumento do risco para as lavouras de milho de segunda safra. Nos estados do Norte e Nordeste o calor deverá ser mais intenso, mas dentro da média anual para a estação.

Quanto à ocorrência de chuvas, o sudeste deve liderar o acumulado. A chuva prevista para todo o mês de abril na região serrana do Rio deve ficar entre 120 e 150 milímetros. 

TÓPICOS:

Leia também Ação popular pede afastamento do presidente da CPTrans

Foi protocolada na última terça-feira (20), na 4ª Vara Cível da Comarca de Petrópolis, uma ação popular...

Leia também Policiais militares são recebidos a tiros no Caxambu

Policias militares (PM) foram recebidos a tiros na noite da última terça-feira (20) quando atendiam a uma ocorrência na Rua Franci...

Leia também Após perseguição, Polícia Militar apreende 1,5 kg de maconha no Cascatinha

Durante patrulhamento na Rua Hívio Naliato, em Cascatinha, policiais militares do 26º BPM apreenderam 1,5kg de maconha. Um homem, de 28 an...

Leia também Congresso aprova crédito para municípios: Petrópolis receberá RS 1,2 milhão

O Congresso Nacional aprovou, na noite de terça-feira (20), o Projeto de Lei (PLN) 1/18, do Poder Executivo, que abre crédito especial d...

Leia também Prédio da Tribuna tem a fachada restaurada

O prefeito Bernardo Rossi visitou a Tribuna de Petrópolis nesta quinta-feira (22) para conhecer o resultado da restauração da fac...

Leia também À espera de uma nova Paulo Barbosa

Moradores e comerciantes estão otimistas quanto ao projeto de reurbanização da Rua Paulo Barbosa, que está em discuss&atil...