Porque ele é a nossas paz

Por: Fernando Costa - Advogado e jornalista

Quarta Feira, 12 de Julho de 2017


Texto: A - A A +
Compartilhar:

No dia nove de julho completou o oitavo ano da Páscoa Celeste de Dom Vaz e a Sagrada Eucaristia na Catedral de São Pedro de Alcântara celebrada pelo Pároco, Padre Adenilson Silva foi dedicada ao querido Pastor em Cristo In Memoriam de tão bela alma cuja simplicidade a nós cativou.  Inesquecível. Eram 19h. do dia 09-07- 2008 quando recebi a noticia de que nosso querido Bispo Emérito Dom José Carlos de Lima Vaz acabara de falecer. Não obstante em vigília e constantes orações durante os dias anteriores, não escondia que era preocupante o estado de saúde de nosso querido Pastor em Cristo, havia dias internado no Hospital Samuel Líbano da Cidade de Pouso Alegre, Minas Gerais, situado a poucos quilômetros da Cidade de Santa Rita do Sapucaí-MG. 

Havia um fio de esperança de melhora. No entanto, esse foi o desígnio do Pai. Liguei para os contatos que vinha fazendo com o dito nosocômio, falei com a Direção e com o Pe. Catarino que vinha assistindo Dom Vaz durante todo o tempo e certifiquei-me das exéquias, do horário e do sepultamento que foram realizados em Santa Rita do Sapucaí às 17hs. no dia 10 de Julho.  Comuniquei às Instituições e pessoas que eram de suas relações, dentre elas o amigo José Manoel da Comunidade Nossa Senhora D’Ajuda, do Quarteirão Ingelhein, bem assim as demais comunidades religiosas e acadêmicas, conclamando-os a rezar por nosso Pastor. E me veio à memória o carinho, a consideração pelas diversas visitas feitas ao nosso escritório sem protocolos e sem cerimônias, o convívio na Academia Petropolitana de Letras, a simplicidade própria dos grandes homens ricos em virtudes. 

Guardo n’alma e nos arquivos a numerosa correspondência, fotos e belas palavras brotadas de seu coração ao prefaciar meu livro “Rastros de Luz” que está no prelo. Momentos de beleza das homilias, obras sociais, culturais e evangélicas, as incontáveis publicações literárias escritas pelo exímio pensador, escritor e filósofo Dom José Carlos de Lima Vaz que também teve inúmeros ensaios publicados em jornais e revistas especializados, notadamente nos Jornais do Brasil, O Globo, Tribuna de Petrópolis, Diário de Petrópolis, Jornal de Cascatinha, dentre outros. Nasceu em Ouro Preto, MG, a 26-08-1928.

 Cursou o primário e secundário em Ouro Preto e BH  e no Rio de Janeiro, entrou em 1944 no Noviciado da Companhia de Jesus em Nova Friburgo, RJ. Em 1954 iniciou o curso de teologia na Universidade Pontifícia de Comillas (Espanha) onde foi ordenado sacerdote em 15-07-1957. De 1963 a 1973 foi o Diretor e o construtor da Escola Técnica de Eletrônica em Santa Rita do Sapucaí, MG. De 1973 a 1979 foi o Reitor da Universidade Católica de Goiás em Goiânia, GO, e de 1980 a 1984 Vice-Reitor da Pontifícia Universidade Católica (PUC-Rio) do Rio de Janeiro. 

Nomeado Bispo Auxiliar do Rio de Janeiro, foi ordenado Bispo no Rio de Janeiro em 7-03 -1987. Após 9 anos servindo em vários setores da Arquidiocese foi nomeado Bispo Diocesano de Petrópolis, RJ, onde tomou posse no dia 13-01- 1996. Em 11-07-2004, tendo passado o limite de idade, teve sua renúncia como Bispo Diocesano de Petrópolis aceita pelo Santo Padre tornando-se Bispo Emérito. Dom Vaz que escolheu como lema Episcopal “IPSE PAX NOSTRA”. Ele, Cristo, é a nossa paz! (Ef. 2,14), nasceu, cresceu e fez germinar a paz e o amor entre os irmãos. Cum Christo et Cum Mariae In Pace Dom José Carlos de Lima Vaz!

Leia também 2018, novamente, ano de eleição

A cada nova eleição, novas esperanças nascem e não poderia ser diferente. Ao final de um novo pleito, nosso otimismo exage...

Leia também Turma de Direito da UCP, 44 anos

Em 1970, 105 alunos iniciaram a Faculdade de Direito, ainda no Prédio da Rua Barão do Amazonas, quando havia a bonita escadaria em sua f...

Leia também Momento da China

No alvorecer da manhã de segunda-feira, 12 de fevereiro, desfilou a Império Serrano, na Marquês de Sapucaí. O tema : China....

Leia também Louvados sejam em todos os dias!

Quem disse ser preciso esperar o dia 15 de outubro para louvá-los? Em absoluto. Todos os dias são eles por mim são reverenciados...

Leia também Policial brasileiro vítima de descaso

É grave a situação para os policias que trabalham no Brasil. O descaso e a falta de reconhecimento da dignidade humana pelo Estad...

Leia também As castas e o ódio

A política, assim como a Polícia, é um mal necessário. Ela desperta uma gama de sentimentos, inclusive o ódio. &ldq...