Prefeitura quer moradores isentos do pedágio

4 meses atrás


Texto: A - A A +
Compartilhar:
imagem noticias
Marco Oddone / Tribuna de Petrópolis | Tribuna de Petrópolis

Diante dos prejuízos que petropolitanos vêm sofrendo com a paralisação das obras da nova pista de subida da Serra de Petrópolis, reforçada por uma decisão do Tribunal de Contas da União, e da falta de manutenção da pista sentido Juiz de Fora da BR-040 - que há anos deixa em péssimas condições a principal via de acesso à cidade, a Prefeitura vai ingressar com duas ações judiciais. Em uma delas o município vai requisitar à Justiça a isenção do pagamento de pedágio para os moradores de Petrópolis; noutra será pedida a suspensão do aumento da tarifa de pedágio, reajustado anualmente em 20 de agosto. As ações pedirão ainda que a Justiça determine a intervenção da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) sobre a Concer, além de melhorais na atual pista de subida da serra de Petrópolis. 

“As duas ações têm um objetivo em comum: melhorar nas condições da estrada e garantir a segurança dos usuários. Duas questões são consideradas: umas delas é o direito do petropolitano de subir e descer a serra em segurança, ou seja, em uma estrada que receba manutenção adequada e esteja em boas condições, o que não acontece hoje. Por isso vamos pedir que petropolitanos fiquem isentos do pagamento. A outra ação pede a suspensão do aumento do pedágio e vai beneficiar todos os usuários da BR-040, o que é importante para a economia da cidade”, considera o prefeito Bernardo Rossi, pontuando os prejuízos à cidade. 

“Para uma cidade turística como Petrópolis, as boas condições da BR-040 são fundamentais. O descaso com a manutenção da atual pista de subida, que está abandonada desde o início da construção da nova subida da Serra, gera enormes prejuízos à economia da cidade”, afirma.

O contrato que permite à Concer administrar por 25 anos o trecho Rio Juiz de Fora da BR-040, foi assinado em abril de 1995. O documento estabelece que em 10 anos a concessionária deveria, com recursos próprios, provenientes da arrecadação de pedágio, custear a construção da nova pista de subida. O prazo encerrou em 2006. 

A construção da nova pista de subida da serra teve início em 2012 e deveria ter sido concluída antes da realização das Olimpíadas do Rio, em 2016. Hoje as intervenções estão orçadas em mais de R$ 1,7 bilhão - dos quais R$ 1,3 são recursos federais e as obras estão paralisadas.

A Procuradoria Geral do Município prepara as ações, que serão impetradas antes do fim da semana que vem. O procurador Sebastião Médici está reunindo documentos, que serão anexados aos processos, entre os quais um relatório da Polícia Rodoviária Federal sobre as condições da BR-040. 

“Os documentos com informações sobre as atuais condições da estrada já estão sendo pedidos à PRF e ao MPF, que também dispõe deste levantamento feito pela Polícia Rodoviária. Estamos buscando também informações sobre os acidentes e todos os reflexos que as más condições da estrada trazem para a cidade”, pontua Médici, destacando que o pedido de intervenção da Concer tem o objetivo de acelerar as melhorias. 

O procurador explica que a intenção é que a Justiça determine a intervenção da ANTT sobre a Concer. “A intervenção permitirá que seja feita uma análise das contas da Concessionária e ainda que as melhorias das condições da atual pista de subida sejam determinadas pelo interventor e executadas“, afirma. 

As melhorias nas condições de acesso são fundamentais para o fortalecimento da economia da cidade. São 14 mil estabelecimentos entre indústria, comércio e prestadores de serviços na cidade afetados diretamente em recebimento de matéria prima e escoação de produção, além de 1,5 milhão de turistas que a cidade recebe anualmente. 

“Há anos Petrópolis sofre com as más condições da pista de subida da Serra. Melhorar o acesso à cidade é uma questão urgente, pois este é um dos pilares para o crescimento de Petrópolis”, aponta o secretário de Desenvolvimento, Marcelo Fiorini.

Em nota, a Concer informou que, “apesar da inadimplência da União com a companhia, está empenhada em manter os investimentos na rodovia, já tendo executado o reforço de sinalização em mais de 60 trechos da BR- 040 e concluído a Passarela de Araras (a quinta travessia implantada pela empresa em Petrópolis). Na subida da Serra de Petrópolis, um programa de pavimentação foi iniciado em julho, na altura do km 97, e prossegue com a recuperação das placas de concreto. O mesmo ocorre em Duque de Caxias, com a recuperação do pavimento em asfalto, medida que se estenderá por outros trechos da concessão. Também deu início a um serviço de revitalização de passarelas.



Projeto promove simulado de resposta à emergência...

Alunos da Escola Municipal Luiz Carlos Soares, no Morin, participaram na manhã desta terça-feira (7) de um simulado de resposta à emergência que faz parte do Projeto Fortale...

Defesa Civil interdita imóvel que pegou fogo no Qu...

A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias interditou o imóvel que pegou fogo na tarde de hoje (05) na Rua Quissamã, na altura do número 193. O local n&...

Dois homens são presos suspeitos de atirarem em jo...

Policiais Civis do setor de Homicídios da 105ª Delegacia de Polícia (DP), prenderam na tarde de ontem (27), dois jovens, de 18 e 21 anos, suspeitos de tentarem matar um rapaz de 22...

Dentsply já demitiu 80 funcionários após anúncio d...

Desde o anúncio do fechamento da Dentsply na cidade, em novembro do ano passado, 80 funcionários da fábrica já foram demitidos. Nesta sexta-feira (2) a previsão &eac...

Carro capota na Avenida Barão do Rio Branco

Um carro capotou na Avenida Barão do Rio Branco, na noite desta quinta-feira (27). O acidente aconteceu por volta das 20h, na pista sentido Centro, na altura da Faculdade Arthur Sá Earp...

Sexta-feira 13: será que o dia é mesmo de azar?

A superstição da sexta-feira 13 teve início devido a dois episódios relatados historicamente. Segundo a sacerdotisa Lígia Amaral Lima, tudo começou na mesma d...