Sala Antonio Callado recebe 500 novos títulos

Sexta Feira, 25 de Agosto de 2017


Texto: A - A A +
Compartilhar:
imagem noticias
Divulgação

“O Código Shakespeare”, de Virginia Fellows; “A Vizinha”, de Bárbara Delinski e “Além da escuridão”, de Hilary Mantel. Esses são alguns títulos doados pelo Instituto Oldemburg, por intermédio do projeto “Alegria de Ler”, para compor a Sala de Leitura Antonio Callado, que será inaugurada quinta-feira (31.08),  às 14h, na Casa da Educação.

O evento faz parte da programação da Flisi – Festa Literária da Serra Imperial. O projeto Alegria de Ler prevê a inauguração de cinco salas de leitura em escolas da rede municipal, incluindo a da Casa da Educação Visconde de Mauá. A Casa recebeu mil títulos, sendo 200 títulos duplicados de vários segmentos literários e 300 duplicados de literatura clássica e contemporânea.

“Com o reforço, a Casa da Educação passou a contar com três mil livros. É muito gratificante ver os alunos que participam de atividades na Casa utilizando esse espaço para empréstimo de livros e pesquisa. É uma alegria muito grande participar de um momento tão importante para a Casa da Educação. Agradeço ao Instituto Oldemburg pela iniciativa. Só através da educação podemos transformar a sociedade e a leitura é uma parte importante nesse processo”, disse o secretário de Educação, Anderson Juliano.

A intenção é de que esses livros possam ser fonte de pesquisa para toda a sociedade. “Nesse primeiro momento estamos cadastrando os alunos da Casa, os funcionários e os pais de alunos. Até o final de setembro, estaremos cadastrando as outras pessoas interessadas em usar o acervo para pesquisas e empréstimos de livros”, explicou a diretora da Casa da Educação, Catarina Maul.

Com os livros do projeto Alegria de Ler, o acervo da Biblioteca Mauá passou a contar com três mil livros. Após a inauguração, a utilização do espaço poderá ser feita nas segundas-feiras das 12h às 20h e de terça a sexta-feira, das 9h às 17h.

Catarina Maul explica ainda que os livros poderão ficar 15 dias com as pessoas cadastradas. “Vamos utilizar esse espaço para palestras, rodas de conversa e bate papo com ilustradores e autores. Reorganizamos o espaço para que os livros do projeto ficassem bem alocados. Foi um trabalho que envolveu toda a equipe da Casa da Educação e isso é muito gratificante para todos nós. Seremos pioneiros na utilização do sistema e-cidade na biblioteca. Através da informatização, apenas com o nome já saberemos em qual escola o aluno  estuda”.

Além da inauguração da Sala de leitura Antoni Callado, no dia 31 de agosto, ainda na programação da Flisi, a Casa da Educação vai ser palco, às 13h30 da apresentação do Coral “As jovens princesas de Petrópolis”, sob a regência de Rodrigo D’ávila. As 14h também vai ocorrer a abertura da exposição Quarup, baseada na obra de Antônio Callado.







Faculdade promove vestibular gratuito na próxima s...

Na próxima segunda-feira, dia 13, Universidade Estácio de Sá campus Petrópolis vai realizar mais um vestibular gratuito co...

173 adolescentes fazem prova para Curso de Patrulh...

Os adolescentes que fizeram a pré-inscrição para o Curso de Patrulheiros oferecido pela Comac de Petrópolis passarã...

Festa em escola é cancelada porque instituição foi...

A Escola Municipal São Geraldo, localizada na bairro Carangola, foi alvo de vandalismo na madrugada de hoje (9). Os vândalos danificaram...

Candidatos relatam problemas para fazer inscrições...

No segundo dia de inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), candidatos continuam reclamando que não co...

Estudantes têm até hoje para se inscrever no Enem

Hoje (20) é o último dia para os estudantes se inscreverem no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O prazo termina às 23...

Caneta preta e documento oficial com foto são obri...

Caneta esferográfica de tinta preta e documento oficial com foto são os dois itens que não podem ser esquecidos pelos candidatos...