STF mantém liberdade concedida a dono das empresas Única e Fácil

Por: Agência Brasil

2 meses atrás


Texto: A - A A +
Compartilhar:
imagem noticias
Foto: Reprodução Internet | Tribuna de Petrópolis

Por 3 votos a 1, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (10) manter a decisão que concedeu liberdade ao empresário Jacob Barata Filho. Participaram da sessão dos ministros Gilmar Mendes, Dias Toffoli e Ricardo Lewandowski. Edson Fachin votou pela rejeição do habeas corpus por questões processuais.

Em agosto, Jacob foi beneficiado por um habeas corpus concedido pelo ministro Gilmar Mendes, após ter sido preso em uma etapa da Operação Ponto Final, da Policia Federal, um desdobramento da Lava Jato que investiga um suposto esquema de pagamento de propina a políticos e de fraudes em contratos do governo do Rio de Janeiro com empresas de transporte público.

Ao atender o pedido de habeas corpus feito pela defesa do empresário, Gilmar Mendes converteu a prisão preventiva em medidas cautelares como recolhimento noturno e nos finais de semana e feriados, além de não participar das atividades de suas empresas de transportes. Barata também ficou proibido de deixar o país.

O empresário, que é dono, entre outras empresas, das petropolitanas Única e Fácil, foi preso em flagrante em 2 de julho quando tentava embarcar, no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro para Lisboa. Conforme o Ministério Público Federal e a Polícia Federal, o empresário carregava na bagagem valores acima do permitido: 10.050 euros, US$ 2.750 e 100 francos suíços.

Durante o julgamento, a defesa disse que Barata Filho tinha passagem de volta ao Brasil comprada e que ele não tentou fugir do país.

Suspeição

Durante o julgamento, o ministro Gilmar Mendes se pronunciou sobre o pedido de suspeição dele feito pelo ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot.

Além de voltar a criticar a medida de Janot, o ministro disse que está em Brasília desde 1970 e que conhece muitos ex-alunos, por exemplo, mas que não são pessoas íntimas. Gilmar Mendes foi padrinho de casamento da filha do empresário, casada com o sobrinho da esposa do ministro. Atualmente, o casal não está mais junto e se separou.

“A minha mulher tinha laços de família com o seu sobrinho, que se casou. Pode ter atendido um telefonema, pode ter feito algum favor, recebeu flores. Daí se transforma em um escândalo nacional”, disse.



Prefeitura inicia recadastramento do aluguel socia...

A Prefeitura inicia na próxima quinta-feira (24/11) o recadastramento dos beneficiários dos auxílios aluguel e emergência. O recadastramento é anual e feito pela Secr...

Lixo não é recolhido há um mês na Rua Pedro Ivo

O problema de acúmulo de lixo e entulho pela cidade parece não ter fim. Desde que o ano começou as reclamações são cada vez mais frequentes. Os moradores e co...

Museu Imperial recebe mais de 5 mil visitantes dur...

Mais de 5 mil pessoas visitaram o Museu Imperial, um dos pontos turísticos mais tradicionais da cidade do dia 6 ao dia 9 deste mês, durante o feriado de carnaval. O dia mais movimentado f...

Obra ocupa calçada e parte de rua no Bingen

A perfuração de um poço artesiano, por uma equipe da Águas do Imperador, na Paulo Hervê, em frente a Cervejaria Cidade Imperial, tem deixado os moradores da regi&atil...

Grupo de amigos se mobiliza e promove campanha par...

A tragédia que a cidade assistiu na noite da última segunda-feira abalou e mudou a vida de, pelo menos 19 pessoas que viviam na Rua Uruguai, no Quitandinha. Após o deslizamento de...

Homem é preso em flagrante com cocaína na Avenida...

Policiais do 26° BPM prenderam na tarde dessa quinta-feira (12), um homem por tráfico na Avenida Barão do Rio Branco, próximo ao número 338.A guarnição es...